Já foram realizadas duas rodadas de negociação e ainda não houve consenso em torno de uma proposta digna de ser apresentada aos trabalhadores, em assembleia.

 

Os principais entraves da negociação é o fato dos patrões insistirem em não conceder aumento real nos salários dos trabalhadores, querem repassar só o INPC do período (3,28%); Reduzir para 18 meses a estabilidade por conta da proximidade da aposentadoria (hoje são de 24 meses o período de estabilidade). Além, de não negociar nenhum ponto de nossa pauta de reivindicações.

 

Apesar da conjuntura desfavorável aos trabalhadores por conta dos ataques aos direitos trabalhistas e previdenciários, o Sindicato dos Radialistas vai continuar lutando por aumento real e pela manutenção de todas as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho. “Precisamos da mobilização dos trabalhadores e do entendimento de que se não somarmos nessa luta não haverá conquista. Temos batido fortemente na importância da preservação dos direitos e garantia de aumento real porque não são os trabalhadores os culpados dessa crise”, destaca opresidente do Sindicato, Inaldo salustiano.

 

A direção do Sindicato dos Radialistas está empenhada, consultando os trabalhadores, para se mudar esse quadro e alcançar a melhor proposta possível, por isso as negociações continuarão em nova reunião agendada para o próximo dia 08 de outubro.

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar





 

 

 NEWSLETTERS     VÍDEOS
Nome:
Email: